Sunday, 28 April 2019

Limões azedos, limonadas doces

National Portrait Gallery, Washington DC (Foto: Ben Hines)


Num curso de formação para profissionais da cultura no mês passado, mostrei a foto de uma menina negra de dois anos admirando o retrato de Michelle Obama na National Portrait Gallery em Washington. Ela parecia fascinada e parece que disse à sua mãe que a mulher no quadro era uma rainha e que ela queria também ser rainha. O meu argumento era que os negros, ou outras chamadas minorias, raramente vêem pessoas parecidas com elas como parte das narrativas mainstream apresentadas em museus; raramente se deparam com as histórias de pessoas que se parecem com eles e que conseguiram algo nas suas vidas; pessoas que poderiam admirar.